Uma nova forma de combater incêndios nos canaviais

Na semana que agrega o Dia Mundial do Meio Ambiente, usinas da região de Ribeirão Preto/SP estão implantando um sistema tecnológico para agilizar o combate a incêndios nos canaviais.

A tecnologia se baseia em um monitoramento via satélite capaz de captar e identificar o local exato das chamas. O objetivo é reduzir em cerca de 40% o tempo de chegada dos brigadistas nos focos de incêndios.

Vanessa Prezotto Silveira, Gerente de Meio Ambiente de uma empresa da região, explica que o sistema é composto por satélites que percebem o calor através de sensores e fazem com que a localização precisa destes focos chegue até uma central de monitoramento.

A inovação é uma das principais ferramentas que devem ser adotadas pelo setor sucroenergético de São Paulo, depois de o estado ter registrado, em 2017, o maior número de queimadas em 19 anos.

As chamas, na maioria das vezes causadas pela ação humana, são proibidas e representam um grande prejuízo ambiental e financeiro. De acordo com a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), em 2015, elas reduziram em 15% a produtividade dos canaviais de São Paulo.

Fonte: G1.globo

-->

Deixe um comentário

Seu email está mantido privado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>