Semana do Dia Mundial da Água

Estamos adentrando na Semana do Dia Mundial da Água, celebrado em 22 de março.

Por isso, separamos uma série de informações referentes ao uso eficiente da água na agricultura.

Durante toda a semana, traremos informações relevantes e dicas de como otimizar o uso desse bem natural de tamanha importância, principalmente quando destinada às práticas agrícolas.

Esse conteúdo referencia o Atlas Irrigação- Uso da Água na Agricultura Irrigada, da Agência Nacional das Águas (ANA) e o artigo ”Água na Agricultura”, da Embrapa, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

Dados do Programa Mundial de Levantamento sobre a Água, da ONU, informaram que os segmentos agrícolas utilizam em torno de 70% de toda a água disponível no mundo.

Na agricultura irrigada, devemos evitar perdas de água nas tubulações e canais que conduzem a água de uma fonte até a área agrícola e na distribuição dessa água dentro da área.

É importante utilizar somente a quantidade de água que a cultura necessita, de acordo com conhecimento técnico e equipamentos recomendados.

Na agricultura de sequeiro ou dependente de chuva, do mesmo modo, existem práticas agrícolas que ajudam a conservar a água das chuvas, como o plantio direto e a utilização de curvas de nível (terraceamento) na área a ser plantada.

Esse incremento aproximará o país da área total de 10,09 milhões de hectares irrigados em 2030.

Cada cultura necessita de uma quantidade de água e em cada fase do seu desenvolvimento essa quantidade varia.

O clima e a cultura, em conjunto com informações sobre o solo, auxiliam na estimativa da disponibilidade de água e na quantidade de água da chuva que a planta consegue aproveitar, chamada de precipitação efetiva.

Por isso, é necessário conhecer a eficiência do sistema de irrigação adotado para que se estimem as perdas que ocorrem entre o volume de água captado e o volume de água utilizado pela planta.

É preciso planejar e executar o armazenamento de água durante o período chuvoso ou em cursos de água nos quais isso seja possível.

É importante reservar água para a agricultura e, se possível, também para outros fins, como para a geração de energia e abastecimento de cidades e indústrias, o que implica na necessidade de uma gestão integrada dos recursos hídricos.

A água de irrigação na agricultura é absolutamente necessária para produção de alimentos.

O que se propõe é o uso dela de forma racional e a beneficiar toda a sociedade.

Se a água de um grande reservatório é utilizada para geração de energia, irrigação de lavouras e abastecimento de casas e indústrias, a responsabilidade pelo bom uso é de todos.

A capacitação dos produtores é primordial para aumentar a adoção de tecnologias de manejo de solo, de plantas e de irrigação, o que pode contribuir para que o uso da água na agricultura seja mais sustentável, principalmente quando a irrigação for utilizada.

Além de maior rentabilidade econômica, pode-se obter uma melhor qualidade da produção, pois o excesso de água pode ser prejudicial em muitos casos.

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe nas suas redes sociais e com quem você achar importante!

 

Quer receber nossos conteúdos por email? Cadastre-se abaixo:

Enviar Por favor, preencha o campo nome. Por favor, preencha o campo email. Email, inválido tente novamente.

-->

Deixe um comentário

Seu email está mantido privado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>