O mês de maio foi positivo para o mercado arrozeiro. O cereal manteve seu movimento de exportações crescente e os números dos cinco primeiros meses do ano já superaram todo o total de 2017. Reação positiva também ocorreu no valor ofertado, agora em junho.

Com uma alta de 73% na comparação com abril, foram exportadas 592 mil toneladas de janeiro a maio, contra 586 mil em todo ano passado. Os dados estão no Relatório de Comércio Exterior do Agronegócio do Rio Grande do Sul, divulgado pela Farsul, na semana passada.

Em relação aos preços, esta é a sexta semana consecutiva que o arroz em casca tem se valorizado.

Do lado das indústrias, foram ofertados valores maiores para reposição de estoques. Quanto aos produtores, estiveram ativos no mercado aqueles com compromissos bancários ou de safra. Os demais fizeram caixa com a venda da soja ou com as exportações do produto.

Segundo o indicador Cepea, de 05 a 12 de junho, a saca de 50kg subiu 1,36%, fechando a R$ 38,61.

O total exportado pelo Rio Grande do Sul, em maio, também teve acréscimos. Com um aumento de 10,5% em relação a abril, o agronegócio foi responsável por 76% de todo o comércio para o exterior.

Fontes: Canal Rural e Notícias Agrícolas