Período chuvoso tem contribuído no desenvolvimento da safra.
Grão plantado no último mês de outubro deve ser vendido a R$ 45.

Com a chegada do período chuvoso, os produtores rurais da região Sudeste de Goiás estão com a expectativa de colher nesta safra até 60 sacas de soja por hectare, onde preço deve chegar a R$ 45 a saca. De acordo com o gerente de uma fazenda Rogério Rezende, a propriedade onde ele trabalha plantou cerca de 1.100 hectares do grão, sendo que metade foi destinada à variedade precoce. “Estamos torcendo para que a colheita seja boa como a do ano passado”, declara.

Porém, além da contribuição da chuva, ele alerta que para ter bons resultados na colheita é preciso realizar aplicações químicas regularmente. “Temos programadas até três tipos de aplicações na plantação. É imprescindível investir em adubação, inseticidas e fungicidas para que o resultado final seja de boa qualidade”, explica Rogério Rezende.

Já o produtor Geraldo Bonato, que cultiva soja há aproximadamente 30 anos, garante que, com a ajuda do clima, o grão pode ser bastante lucrativo: “Logo que comecei plantar, choveu na região. Isso foi muito bom. No ano passado, consegui colher 59 sacas por hectare e neste ano estou otimista novamente”.

Para os agricultores que iniciaram de outubro, a colheita está prevista para a primeira quinzena de fevereiro. 

Fonte: G1

.