Produção de arroz em 2011 pode ter alcançado um novo recorde, revela a
Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação

Produção de arroz em 2011 pode ter alcançado um novo recorde, revela a Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação. Estimativas preliminares apontam para um aumento de 21,4 milhões de toneladas A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) revela que a produção global de arroz em 2011 pode ter alcançado um número recorde. Acredita-se que o valor possa ser superior em três por cento ao que foi registado em 2010. Resultados preliminares apontam para um aumento de 21,4 milhões de toneladas de arroz, refere a Rádio ONU.

Boas colheitas na Ásia incentivaram o aumento da produção. Apesar da subida do preço do arroz e das cheias que afetaram o sudeste da Ásia, o continente conseguiu produzir 1,5 milhão de toneladas a mais do que se previa em novembro. No continente africano, o aumento deve ser de um por cento em relação a 2010. As colheitas também foram positivas na América Latina, Caraíbas e Oceânia.

Apesar destes bons resultados, a organização prevê uma queda no comércio internacional de arroz que pode chegar a um milhão de toneladas. O preço do arroz continua elevado, alerta a organização. Em média, em todo o mundo, os consumidores pagaram 10 por cento a mais, por cada quilo deste cereal, em relação ao que pagaram em 2010. Recorda-se que o arroz é um dos cerais mais consumidos no mundo e um alimento de base nos países asiáticos.

Fonte: Portal do Agronegócio

.