Pouca oferta do produto provocam disparada de preços

A baixa oferta de arroz em casca tem feito com que os preços do produto subam de forma mais expressiva no mercado do Rio Grande do Sul. No acumulado de janeiro (até o dia 30), o Indicador do Arroz em Casca Esalq/Bolsa Brasileira de Mercadorias-BM&FBovespa (Rio Grande do Sul, 58 grãos inteiros) subiu 5,4%.

Os preços médios nas regiões produtoras que participam do levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) também têm subido de forma significativa. Segundo pesquisadores do Cepea, os poucos produtores que possuem o arroz, em depósito próprio ou da indústria, mantiveram-se retraídos nos últimos dias.

Quanto à colheita da nova safra, alguns produtores devem iniciar as atividades já no final de fevereiro – a intensificação deve ocorrer em meados de março.

Fonte: Canal Rural

.