Após queda de 12% nos preços do arroz em março e desvalorização de 3,4% em abril, tímidos sinais de recuperação no segmento podem ser observados. Analistas de mercado afirmam que as cotações do produto chegaram ao limite de baixa e a tendência do setor é recuperar gradualmente o poder de ganho. Maior comprometimento do governo com as demandas dos arrozeiros e o fim da safra no Rio Grande do Sul foram fatores que contribuíram para a estabilização dos preços. Entretanto, o valor pago ao produtor pelo arroz em casca permaneceu abaixo do preço mínimo estipulado pelo Governo Federal.

Fonte: Planeta Arroz

Assessoria de Imprensa Grupo AGRIMEC
Dois Agência de Conteúdo
Texto: João A. M. Filho
joao@doisac.com / 3027 3647
Supervisão: Liana Merladete

.