O saldo da balança comercial do cereal segue bastante positivo

O mercado gaúcho de arroz – principal referencial nacional – fecha a terceira semana de dezembro oscilando dentro de pequenas margens, movimento que tem sido observado desde os primeiros dias do mês.

Segundo o analista de SAFRAS & Mercado, Eduardo Aquiles, o volume de negócios é reduzido. “Historicamente, o consumo do cereal apresenta redução nesta época de férias escolares”, lembra. Nesta quarta-feira (14), o preço médio do arroz em casca teve ligeiro 

aumento em relação ao dia anterior no Rio Grande do Sul, ficando a saca de 50 quilos cotada a R$ 25,62. No entanto, em relação a novembro, o valor atual segue estável. Frente a mesmo período do ano passado, quando a saca de 50 quilos estava pedida na média de R$ 25,30, há acréscimo de 1,3%.

O mês de novembro apresentou ligeiro recuo das exportações brasileiras de arroz e, em contrapartida, teve um aumento das importações. No entanto, o saldo da balança comercial do cereal segue bastante positivo. As exportações nacionais ficaram em torno de 223,7 mil toneladas base casca em novembro, recuando 23% em relação ao enviado ao exterior de outubro deste ano, que foram de 292,2 mil toneladas. No ano comercial 2011/12, que iniciou em março de 2011 e vai a fevereiro de 2012, já foram exportadas 1,625 milhão de toneladas, ante 449 mil referentes ao período de março a novembro de 2010.

O principal tipo enviado ao exterior ficou por conta do beneficiado, com um total de 980,1 mil toneladas base casca ou 60,3% do total; seguido pelo quebrado, com 395,4 mil ou 24,3%; pelo descascado, com 137 mil ou 8,4%; e por fim pelo arroz em casca, com um total de 111,6 mil toneladas, o que corresponde a 7% de tudo que foi exportado.

Pelo lado das importações, houve aumento de 104% de outubro para novembro, passando de 46,9 mil toneladas para 95,8 mil. Contudo, no acumulado da temporada o volume do cereal que ingressou no país foi 23,9% menor que igual momento de 2010, pois o montante importado nesse ano foi de 635,5 mil toneladas, contra 834,8 mil referentes ao período de março a novembro de 2010. Sendo assim, o saldo atual é positivo de 989,3 mil toneladas, ante saldo negativo de 385,4 mil toneladas em igual momento do ano passado.

Fonte: Planeta Arroz

.