O ministro da agricultura, Wagner Rossi, anunciou nesta segunda feira (28/03) a liberação de R$ 360 milhões, para garantir o escoamento da produção e melhores preços ao produtor.

Serão lançados leilões de opção pública e privada, o que poderá garantir a comercialização de um milhão de toneladas da produção gaúcha do cereal.

Contudo, o presidente da Federação dos Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz), Renato Rocha, afirma que as medidas são insuficientes, já que não foi anunciado o credenciamento de armazéns junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o que liberaria mais recursos ao produtor.

Fonte: Canal Rural 

Assessoria de Imprensa Grupo AGRIMEC
Dois Agência de Conteúdo
Pesquisa: João A.M. Filho
joao@doisac.com / (55) 3027 3647

.