O maior estado produtor do grão de soja no país, Mato Grosso, já iniciou a colheita das primeiras áreas cultivadas. Conforme levantamento do IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), até o último dia 12, 1,29% dos 9,42 milhões de hectares havia sido colhidos.

O índice está abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior, que foi de 5,33%, devido aos problemas observados durante a época do plantio em função das adversidades climáticas.

Esse contexto já começa a refletir na formação dos preços para a soja brasileira. Mercado exportador e demanda interna ficam aquecidos, deixando os estoques do grão limitados no Brasil.

Com as previsões indicando a persistência das chuvas nas importantes regiões produtoras, acredita-se que os primeiros trabalhos da safra estendam-se até início de fevereiro.

Para essa temporada, a expectativa é que sejam colhidas 30,60 milhões de toneladas de soja em Mato Grosso. Em seu último boletim de acompanhamento de safras, a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estimou a safra de soja do estado em 30,11 milhões de toneladas, com rendimento médio de 3.155 mil quilos por hectare.

 

Fonte: Notícias Agrícolas