Divergências entre Governo Federal, deputados do setor ruralista e deputados ligados à causa ambientalista adiaram a votação do Novo Código Florestal para a próxima semana.

A principal discordância que causou o adiamento da votação foi a insistência do Executivo Federal em pedir alteração no texto que se refere às áreas consolidadas (já plantadas) e à recomposição da reserva legal. O Relator do Código, Deputado Aldo Rebelo (PC do B–SP), o Ministro da Agricultura Wagner Rossi e a bancada ruralista na Câmara dos Deputados pretendem continuar as negociações a fim de garantir consenso na votação prevista para a próxima semana.

Fonte: Grupo Cultivar

Assessoria de Imprensa Grupo AGRIMEC
João A. M. Filho / Dois Agência de Conteúdo
Supervisão: Liana Merladete 
joao@doisac.com

.