O comércio de animais e maquinário agrícola já ultrapassou a cifra de R$ 72 milhões nos três primeiros dias da 34ª Expointer. O setor de máquinas e implementos movimentou pelo menos R$ 68 milhões neste período, de acordo com o Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers). Desses, R$ 56 milhões haviam sido encaminhados via financiamentos junto às instituições financeiras e R$ 12 milhões foram comercializados à vista. A maioria dos investimentos é voltada à agricultura familiar.

Os leilões de animais prosseguiram nesta segunda-feira (29), com o remate de animais rústicos da raça Angus. Até o início da noite, haviam sido comercializados aproximadamente R$ 4 milhões. O remate Estrelas do Freio movimentou na noite deste domingo (30) R$ 960 mil na venda de 26 cavalos crioulos e três coberturas.

O comércio de produtos artesanais da 28ª Exposição de Artesanato (Expargs) cresceu 20% em relação ao mesmo período do ano passado. No primeiro fim de semana, a Expoargs comercializou 8.335 peças entre cuias, facas e artigos típicos do artesnato gaúcho. Foram vendidas 3.780 peças no sábado (27) e 4.555 no domingo (28). O valor total comercializado chegou a R$ 131 mil no sábado e R$ 117 no domingo, totalizando mais de R$ 248 mil em vendas.

Já no pavilhão da Agricultura Familiar, as vendas cresceram 12% se comparadas ao primeiro fim de semana do ano passado. De acordo com informações da Emater/RS-Ascar, as vendas dos 208 empreendimentos distribuídos em 167 estandes totalizaram R$ 192,5 mil. Em 2010, os negócios ficaram em torno de R$ 172 mil.

Nesta segunda-feira (29), 23.480 pessoas haviam entrado no Parque de Exposições Assis Brasil até o início da noite. No sábado (27), 48.419 pessoas passaram pelos portões de entrada do parque e, no domingo (28), o total foi de 43.692 visitantes, chegando a 92.111 pessoas no fim de semana.

Fonte: http://www.expointer.rs.gov.br

.