As lavouras gaúchas foram severamente prejudicadas pelo excesso de chuva e rajadas de vento que atingiram o estado desde a segunda quinzena de outubro.

Cultivos que haviam sido plantados em setembro e que estavam com todos os tratos culturais rigorosamente em dia, agora estão em baixo d’água.

32 municípios foram severamente atingidos e 7 deles decretaram situação de emergência.

Em Santa Maria, região central do estado, foram 16 dias de chuva com acumulado de 462mm, 167% acima da média para o mês que era de 173,3mm.

As maiores consequências dessa situação são:

  • O replantio das áreas e, consequentemente, queda de produtividade, já que o replantio não oferece a mesma produtividade de uma lavoura bem plantada e germinada;
  • Compactação do solo que prejudica a germinação e desenvolve da plata;
  • Terrenos encharcados ou alagados.

Para os próximos dias a previsão do tempo aponta melhoras para todo o estado.

O retorno do sol garante recomeçar os trabalhos de plantio, atrasados desde o início das instabilidades.

O primeiro passo nesse momento é drenar a água que está em excesso sobre o solo, impedindo o desenvolvimento da cultura.

Para esse trabalho, você conta com 3 diferentes modelos de Valetadeiras Rotativas da Agrimec.

A linha VA é indicada para os processos de esgotamento e drenagem de lavouras, especialmente nas de arroz.

Contempla ainda os serviços de canalização de águas, colocação de tubos, irrigação por gotejamento ou sempre que houver a necessidade de abertura de uma vala para qualquer finalidade.

Mais informações sobre esse produto acesse http://bit.ly/2oS5Iug .

× Como posso te ajudar?