A previsão é que a votação do Novo Código Florestal Brasileiro ocorra em plenário após a semana santa. O texto foi alterado em poucos pontos, segundo o Deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP). No entanto, ainda existem tensões entre ambientalistas e ruralistas acerca da Lei, por exemplo, os dois lados divergem sobre a anistia a desmatamentos irregulares, prevista na Lei, que anularia processos contra produtores que desmataram suas propriedades antes da criação da Lei de Crimes Ambientais, em 2008. 

Fonte: Notícias Agrícolas

Assessoria de Imprensa Grupo AGRIMEC
Dois Agência de Conteúdo
Pesquisa: João A.M. Filho
joao@doisac.com / (55) 3027 3647

.