Com sol e chuva na medida certa, produtores conseguiram avançar nos trabalhos nas lavouras e o plantio de soja do Brasil da safra 2011/12 atingiu 41% da área estimada de 25 milhões de hectares ao final da semana passada, informou nesta segunda-feira a AgRural.
De acordo com levantamento da consultoria, o índice do plantio avançou 15 pontos percentuais em relação à semana anterior.
“O tempo favorável na última semana ajudou os produtores de soja de boa parte do Brasil, com exceção da região Nordeste, onde choveu menos que o esperado”, afirmou a consultoria em nota.
A safra do Brasil, segundo maior produtor e exportador de soja, está estimada pelo Ministério da Agricultura entre 72,18 milhões e 73,29 milhões de t.
O percentual plantado indica que os trabalhos estão adiantados em relação à temporada passada, quando somente 29% da área estava plantada. Em 2010/11, o plantio atrasou por conta da demora na chegada das chuvas no Centro-Oeste.
O índice de plantio também indica uma antecipação na semeadura em relação à média histórica. Para esta época, conforme dados dos últimos cinco anos da AgRural, o índice médio de plantio é de 27%.
“O destaque, mais uma vez, foi o ritmo forte do Centro-Oeste. De olho no plantio da safrinha de milho no início de 2012, os mato-grossenses voaram baixo com as plantadeiras de soja, fazendo o índice de semeadura passar dos 45% da semana anterior para 63 ao final da semana passada”, apontou a consultoria.
Na mesma época do ano passado, o Mato Grosso (maior produtor nacional) havia plantado 33% da área.
Em Mato Grosso do Sul, o plantio avançou 21 pontos em uma semana, e 62% da área já foi coberta com sementes, contra 55% há um ano.
Em Goiás, apesar da falta de chuva em algumas áreas localizadas, o andamento também foi bom, com índice de 51% na média do Estado – um ano atrás, estava em 28%.
Sul e Nordeste
No Paraná, a diminuição das chuvas permitiu a retomada em ritmo acelerado da semeadura, que passou de 33% para 55% ao final da semana passada. No oeste do Estado, o plantio já está praticamente encerrado.
No Rio Grande do Sul, a intensificação da colheita do trigo vai abrindo espaço para o avanço do plantio da soja, que atingiu 10% da área, ante 14% na mesma época do ano passado.
No Nordeste, chuvas favoreceram o início dos trabalhos no Piauí e no Tocantins.
“Já no Maranhão e na Bahia, onde a semeadura também começou antes do previsto devido às boas precipitações do início de outubro, os produtores colocaram o pé no freio durante a semana, que foi mais seca.”
Fonte: Terra.

.