Blog - Página 66 de 74 - Agrimec

Blog

3 de junho de 2011

Reação em maio e expectativa para junho

Depois de desvalorizar quase 2% em maio, cotações fecharam o mês praticamente como terminaram abril, com variação positiva de ínfimos 0,05%. Mecanismos de comercialização, final da safra, boatos de valorização do grão no mercado internacional, tornam junho um mês de grande expectativa

2 de junho de 2011

Conselho fiscal da Fenarroz será reativado

Luiz Silva é eleito presidente da Fenarroz. Comissão de honra também revisará o estatuto. Sugestões são aceitas até o final do mês

A comissão de honra da Fenarroz aprovou no dia 31 de maio, a proposta do presidente do grupo, o prefeito Sérgio Ghignatti, de reativar o conselho fiscal da feira. Serão três titulares e três suplentes com a missão de elaborar balanços e emitir pareceres das contas da Fenarroz, documentos que deverão estar concluídos, no máximo, seis meses após cada edição do evento. Os conselheiros serão integrantes da comissão de honra. “Isto vai dar mais transparência ao trabalho da executiva da feira”, entende o prefeito.

1 de junho de 2011

Leilão comercializará 200 mil toneladas de arroz

O governo irá ofertar 7.408 contratos de 27 toneladas cada um. Do total, 714 para Santa Catarina e 6.677 para Rio Grande do Sul

O vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC) comunica que na próxima quinta-feira (2/6) a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza o pregão para a venda de contrato de opção público de arroz para apoiar a comercialização de 200 mil toneladas do grão.
O governo irá ofertar 7.408 contratos de 27 toneladas cada um. Do total, 714 para Santa Catarina e 6.677 para Rio Grande do Sul.
O valor foi fixado em R$ 15,66 mil por contrato, para o arroz em casca da classe Longo-Fino, Tipo 1, rendimento entre 57% a 59% de inteiros – R$ 29 a saca de 50 kg – para ser exercido em 30 de novembro. A partir de 1º de setembro o produtor poderá antecipar a venda ao governo, com redutor de R$ 0,50 por mês. O edital limita a aquisição em 10 contratos por CPF.
A medida prevê a aplicação de recursos para a aquisição de até 500 mil toneladas. “Não é a solução, mas é o início de providências. Além disso, o governo disponibilizará 500 mil toneladas para ajuda humanitária, o que ajudará a reduzir os estoques”, destacou.

31 de maio de 2011

Preço da cana-de-açúcar anima produtores

Em Mato Grosso do Sul, há previsão de aumento de 22% da colheita. 
No Paraná, a expectativa é colher 8% a mais do que na safra passada.

A safra de cana deve ser maior este ano e os agricultores estão satisfeitos. O Globo Rural foi ver a situação em São Paulo, em Mato Grosso e no Paraná.

30 de maio de 2011

Para cientistas, novo Código Florestal poderá agravar questões climáticas

Segundo pesquisadores, o aumento da pressão sobre as áreas de florestas comprometerá os compromissos internacionais firmados em 2009

Quatro dos cientistas brasileiros que fazem parte do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), da Organização das Nações Unidas (ONU), alertaram para o possível agravamento sobre o clima com a entrada em vigência da atual versão do Código Florestal aprovada pela Câmara. Segundo eles, o aumento da pressão sobre as áreas de florestas comprometerá os compromissos internacionais firmados em 2009 pelo Brasil na Conferência de Copenhague, de diminuir em até 38,9% a emissão de gases de efeito estufa (GEE) e reduzir em 80% o desmatamento na Amazônia até 2020.

27 de maio de 2011

Problemas com preço do etanol devem continuar até 2015, diz diretor da Unica

Falta de incentivos provoca dificuldades de estoque e alta nos valores durante entressafra da cana

A falta de incentivos poderá fazer com que o país enfrente nos próximos anos problemas no abastecimento de etanol durante o período de entressafra da cana-de-açúcar. A previsão é do diretor técnico da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Antônio de Pádua Rodrigues. 

26 de maio de 2011

Deputados aprovam Código Florestal

Após um mês de discussões e ajustes na controversa Lei, os parlamentares no Congresso Nacional aprovaram o novo Código Florestal.

Mesmo com o boicote dos partidos PSOL e PV, a votação prosseguiu graças ao acordo firmado entre a bancada ruralista e os ambientalistas. No final da sessão, defensores do Agronegócio comemoraram o desfecho favorável, enquanto os conservacionistas alegaram que o excesso de concessões aos agricultores poderá causar prejuízos ao ecossistema. O Código Florestal segue agora para votação no Senado e, após aprovado, deve ser sancionado pela Presidente Dilma Roussef.

25 de maio de 2011

Bioeletricidade

Bioeletricidade é foco nos setores canavieiro e arrozeiro

O Brasil investe em energia a partir de biomassa e até o fim do ano serão inauguradas as primeiras usinas voltadas especialmente para o beneficiamento da palha da cana e a casca do arroz.
Os investimentos proporcionam um novo nicho de mercado para essas culturas e propõe uma alternativa em relação à geração de energia tradicional no Brasil, baseada em hidrelétricas e termelétricas a carvão.

24 de maio de 2011

Mobilização de arrozeiros pela safra 2010/2011

As baixas nos preços pagos ao produtor continuam a ser a maior preocupação do setor arrozeiro. Enquanto as cotações do cereal não sobem, agricultores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, maiores produtores brasileiros da cultura, mobilizam-se a fim de buscar soluções. Como a safra passada sofreu perdas devido ao clima e endividou os produtores, a esperança depositada na safra recorde de 2011 para reaver os prejuízos de 2010 deram lugar a insatisfação, pois os baixos valores pagos não cobrem sequer as dívidas de anos anteriores. O Governo Federal promete absorver 500 mil toneladas da safra pelo preço mínimo estabelecido por Lei (R$ 25,80), porém, os rizicultores defendem a criação do preço-meta, em torno de R$ 30, valor que segundo eles estaria adequado à realidade do mercado.