As exportações de soja do Brasil para a China atingiram um novo recorde, em maio, devido a continuidade das tensões comerciais entre Estados Unidos e o país asiático. O cenário ilustra a crescente importância da produção brasileira diante da disputa entre os países.

Segundo dados das alfândegas brasileiras, o Brasil exportou, no mês passado, 9,76 milhões de toneladas de soja para a China, superando o anterior recorde de 1,4 milhões de toneladas. Ao todo, o mercado chinês absorveu 80% da soja exportada pelo Brasil, durante o período.

Enquanto os EUA exigem uma redução do déficit do país nas trocas comerciais com Pequim, ameaçando subir os impostos das exportações, a China responde com a mesma ameaça e promete aumentar as taxas cobradas sobre a importação de soja e outros produtos alimentares dos EUA.

Na semana passada, o estoque chinês de soja atingiu um nível recorde chegando a 8,18 milhões de toneladas.

Observador Notícias