Mercado agrícola. Depois de um ano conturbado, produto enfrenta um cenário positivo
para a próxima safra

Um dos indicadores é o resultado do último leilão de recompra de contratos de opção no Estado e em Santa Catarina. A Conab negociou só 17,49% dos 3.704 contratos. Amanhã (5), há novo pregão da modalidade com mesma oferta.

Conforme o consultor Marco Aurélio Tavares, a baixa adesão significa que os produtores que participaram de leilões de opções em 2011 deverão optar pela entrega à União. “Exercer a opção é importante para consolidação de preços, pois enxuga a oferta no mercado.” Com isso, o estoque de passagem pode atingir 1,8 milhão de toneladas. O fato de maior parte deste volume estar concentrado nas mãos do governo é outro fator para que a Federarroz projete o cenário mais otimista. Soma-se a isso a redução da área semeada. Conforme a Emater, a saca de 50 quilos – que chegou a ser vendida a R$ 17,00 no auge da crise – fechou 2011 a R$ 25,04. 

Fonte: Agro Valor

.