Recentemente, Mercosul e União Europeia anunciaram um acordo de livre comércio.

Na visão da Unica, a União da Indústria de Cana-de-Açúcar, as quantidades estabelecidas no acordo, se plenamente atendidas, podem elevar o valor exportado para o bloco para mais de R$ 2 bilhões por ano.

Em anos anteriores, foram comercializados 600 milhões de reais para a região, valor que equivale a 7% do total obtido com as exportações de açúcar e etanol, em 2018.

No tratado, fica estabelecido zero imposto de importação sobre o volume de 180 mil toneladas de açúcar ao ano.

Além do açúcar, 562 milhões de litros de etanol por ano, para uso industrial, entrarão no mercado Europeu sem tarifas. Outros 250 milhões receberão tarifas diferenciadas, conforme aplicações.

Em nota, a Única ressalta a grande conquista que o acordo irá representar para o setor e para o país, dizendo ser um passo importante que pode levar a uma abertura comercial no futuro.

O histórico de exportações contabilizado aponta um total de 349 mil toneladas de açúcar e 43 milhões de litros de etanol para a União Europeia.

Antes do acordo, o açúcar brasileiro tinha cota de 780,9 mil toneladas, com uma tarifa de US$ 98 por tonelada.

Já para o etanol, era aplicada uma tarifa de US$ 0,19 por litro, o que praticamente impedia o acesso ao mercado.

 

Fontes: Única e Canal Rural