A safra de milho na região do Alto Uruguai, que corresponde aos municípios do norte do estado, com a capital sendo Erechim, está em plena colheita. Já são mais de 50% da área cultivada colhida, de acordo com dados divulgados pela Emater, no início desta semana. A produtividade tem se mostrado boa, estando entre 08 e 10 mil quilos por hectare.

O levantamento apontou duas questões que passaram a preocupar técnicos e produtores: a redução de área que ficou em quase 12 mil hectares a menos, em relação a 2017 e os custos de produção, hoje entre 90 e 100 sacas por hectare.

A redução da área plantada influencia na rotatividade das culturas e também diminui a sanidade do solo, de acordo com o Assistente Técnico, Nilton Cipriano Dutra de Souza.

O milho é uma matéria prima essencial para a cadeia da carne, especialmente de frangos. Hoje a produção já é baixa, chegando a cerca de 50% da demanda, exemplifica o técnico.

Embora quebras sentidas em algumas lavouras da região, esta não deve ser maior que 4% no Alto Uruguai. São 33 mil hectares cultivados na região, ante 45 mil na última safra. Na região, outros 16 mil hectares são produzidos com milho para silagem.

Fonte: Jornal Bom Dia