Brasil pode liderar produção mundial de soja

Com o título de maior exportador mundial de soja, as estimativas apontam, agora, para uma proximidade cada vez maior do Brasil com os Estados Unidos na liderança global da produção da oleaginosa.

Essa posição, cada vez mais competitiva no cenário internacional, vem sendo influenciada pela reta final da safra 2017/2018.

Nesta segunda-feira, as estimativas da safra nacional foram revisadas, pela consultoria AgRural, em 119 milhões de toneladas, mais de 1 milhão de toneladas acima da previsão feita em março. 15 milhões a mais que na temporada 2016/2017.

Os números também são positivos no quesito produtividade. As dúvidas levantadas pela forte seca que afetou a produção nos meses de plantio foram superadas com a melhora das condições climáticas no desenrolar da safra.

Alguns analistas ainda hesitam sobre a eventualidade de o Brasil superar, já nesta safra, os EUA. Entretanto, a possibilidade existe visto as indicações de que os americanos vão reduzir o plantio, enquanto que o Brasil tem avançado continuamente sua área plantada.

Estados mais tardios como o Rio Grande do Sul e a região Matopiba, formada pelos estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, estão com a colheita em ritmo acelerado. O Centro-Oeste também opera com bons resultados.

 

Fonte: Notícias Agrícolas

-->

Deixe um comentário

Seu email está mantido privado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

Você pode usar tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>